O Nothing Phone 1 foi lançado este mês com a promessa de ser um celular intermediário premium com design revolucionário e foco em atrair usuários que pretendem adquirir a primeira geração de um modelo recém-criado.

Desenvolvido por Carl Perl, ex-executivo da OnePlus, o telefone encheu a internet de expectativa sobre seu anúncio reforçando se tratar de um dispositivo avançado e com muita tecnologia embarcada, porém a experiência da primeira leva de consumidores não vem sendo positiva e a qualidade do dispositivo tem decepcionado.

Segundo informações de um comparativo, o Nothing Phone 1 não traz recursos inovadores e se assemelha bastante ao Xiaomi 12 Lite, celular que vem com especificações mediadas chegando como a versão mais acessível da linha atual da gigante chinesa.

Conheça o Nothing Phone 1

O visual do smartphone certamente é um dos pontos mais chamativos do Phone 1, principalmente sua área traseira que conta com múltiplos LED que podem ser personalizados pelo usuário para avisar quando houver notificações.

Além das luzes customizadas, esse espaço também conta com tampa transparente permitindo visualizar os componentes internos que equipam o aparelho, característica que não está presente em smarphones da concorrência.

No geral, o visual se parece com o iPhone 12, da Apple, mas adaptado para entregar uma experiência diferente. Na parte frontal não há grandes destaques, apenas um display OLED de 6,55 polegadas com resolução FHD+, furo para a câmera de selfie e taxa de atualização de 120 Hz.

nothing-phone-1

O principal diferencial do Nothing Phone 1 realmente é seu design especial, visto que o hardware interno é parecido com o de outros intermediários. O chipset que equipa esse modelo é o Snapdragon 778G Plus com a GPU Adreno 650, até 12 GB de memória RAM no padrão LPDDRX4 e 256 GB de ROM (UFS 3.1).

Também há uma bateria de 4.500 mAh compatível com carregamento rápido de de 33W com fio, 15W sem fio e 5W reverso. Há conectividade 5G, Bluetooth 5.2, NFC, Wi-Fi Dual Band e, por último, certificação IP53.

Ficha técnica

  • Tela OLED de 6,55 polegadas com resolução FHD+
  • Display com furo e taxa adaptativa de 120 Hz
  • Plataforma Qualcomm Snapdragon 778G Plus
  • GPU Adreno 642L
  • 8 GB ou 12 GB RAM
  • 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno
  • Câmera frontal de 16 MP
  • Duas câmeras traseiras:
    • Lente principal com sensor de 50 MP (Sony IMX766, f/1.8, OIS e EIS)
    • Lente ultrawide com sensor de 50 MP (f/2.2, modo Macro e EIS)
  • Conexão 5G, Dual-SIM, som estéreo, IP53, Bluetooth 5.2, NFC e WiFi em banda dupla
  • Bateria de 4.500 mAh com carregamento de 33W com fio, 15W sem fio e 5W reverso
  • Android 12 com interface Nothing OS
  • Dimensões: 159,2 x 75,8 x 8,3 mm

Fará sucesso?

O Nothing Phone 1 foi oficializado pela fabricante no começo do mês e poucas semanas após ter sido adquirido pelos clientes surgiram os primeiros relatos de supostos defeitos no celular, como mancha verde na tela e entrada de vapor nas câmeras traseiras.

Enquanto a empresa não solucionar esses problemas será difícil de colocar o aparelho no mesmo espaço de rivais. Talvez ainda seja cedo para investir nesse modelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui