Xiaomi Mix Fold 2 é lançado como novo dobrável potente e versátil

Continua após a publicidade..

Na última quinta-feira (11), a Xiaomi apresentou ao mundo o Mix Fold 2, segunda geração do smartphone dobrável da marca chinesa que chega para rivalizar com os Galaxy Z Fold4 e Galaxy Z Flip4 5G, modelos lançados esta semana pela Samsung durante o evento Galaxy Unpacked, que além dos aparelhos flexíveis também oficializou outros produtos.

Assim como os smartphones da sul-coreana, a Xiaomi também empregou uma configuração potente na nova versão da linha Mix. Confirmando rumores e vazamentos passados, o telefone chegou com avanços no mecanismo de abertura, design e hardware interno, principalmente no chipset e memória RAM.

Design, tela e mais

O Xiaomi Mix Fold conta com uma tela principal Eco² OLED de 8,0 polegadas com resolução 2K e taxa de atualização de 120 Hz, além de 1000 nits de brilho e suporte aos modos de imagem HDR10+ e Dolby Vision; o display externo é do tipo E5 AMOLED de 6,5 polegadas também com frequência de 120 Hz e resolução inferior, sendo apenas Full HD.

Continua após a publicidade..

Ao contrário do Galaxy Fold que abre em forma de livro, este também adota o sistema de abertura horizontal, no entanto, a dobradiça funciona de dentro para fora. Ainda sobre o design, o aparelho conta com um furo no topo do painel externo para abrigar a câmera de selfie de 20 MP.

Na traseira, a fabricante optou por introduzir um conjunto triplo de sensores composto por uma lente primária de 50 MP, ultrawide de 13 MP e telefoto de 8 MP. A alta qualidade das câmeras deve ser apoiada pelo pós-processamento eficiente do SoC que equipa esse smartphone.

Continua após a publicidade..

xiaomi-mix-2

Partindo para as especificações técnicas, o Mix Fold 2 é alimentado pelo processador Qualcomm Snapdragon 8 Plus Gen 1 — octa-core de até 3,2 GHz com litografia de 4 nm da TSMC — com a GPU Adreno 730 e 12 GB de memória RAM (LPDDR5), praticamente a mesma ficha que está presente em seu principal rival dobrável.

Outros destaques do aparelho incluem suporte à quinta geração de redes móveis (5G) e a bateria de 4.500 mAh compatível com carregamento rápido de 67W, tecnologia que deve permitir completar de 0 a 80% de carga em poucos minutos.

Quanto ao preço e disponibilidade, o Xiaomi Mix 2 está disponível apenas na China custando 11.999 yuans (cerca de R$ 9 mil na conversão direita) na variante mais parruda com 1 TB de armazenamento interno (UFS 3.1) e 12 GB de memória RAM.

Ficha técnica*:

  • Tela principal Eco²OLED de 8,0 polegadas
    • Taxa de atualização de 120 Hz e resolução 2K
  • Tela externa E5 AMOLED de 6,5 polegadas
    • Taxa de atualização de 120 Hz e resolução 1080p
  • Plataforma móvel Snapdragon 8 Plus Gen 1 da Qualcomm
  • 12 GB de memória RAM
  • 256 GB, 512 GB ou 1 TB de armazenamento interno
  • Câmera frontal de 20 MP
  • Câmera traseira tripla:
    • Sensor principal de 50 MP
    • Sensor ultra grande-angular de 13 MP
    • Sensor telefoto de 8 MP
  • Bateria de 4.500 mAh com suporte para carregamento rápido de 67W
  • Android 12 sob a interface MIUI 13

VEJA MAIS SOBRE XIAOMI

*Com informações de TudoCelular